Gestão de 5 prefeitos e bi-cassação, será?

19:08 Bruno Cardial 0 Comments


Londrina pode ter mais um prefeito cassado nesta gestão, pois os vereadores de Londrina protocolaram mais uma Comissão Processante desta vez contra o atual prefeito José Joaquim Ribeiro (PSC), que confessou ontem ter recebimento de R$ 150 mil em propina depois que o Ministério Público denunciou 14 envolvidos com o esquema que fraudava licitações para fornecimento de uniformes escolares em Londrina. 

O líder do movimento, vereador Joel Garcia (PP) revelou hoje que uma CP pode ser aberta contra Ribeiro por quebra de decoro mesmo sem uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) como normalmente acontece em investigações da câmara. Ele ainda informou que todos os 19 vereadores devem assinar o pedido de abertura da CP, sendo então unanimidade.

Segundo o vereador, hoje em plenário, seria feito um apelo a para que Ribeiro saísse e se isso não acontecesse a Câmara poderia cassar o seu mandato, por quebra de decoro. Assim, a sessão de hoje foi suspensa por uma hora perto das 3 da tarde para que isso acontecesse. 

Uma comissão de vereadores foi ao gabinete do prefeito para cobrar esta posição do líder do Executivo, porém os edis Rony Alves, Ivo de Bassi, Joel Garcia e Padre Roque junto com o procurador da Casa, Miguel Garcia, foram informados que o prefeito não estava no gabinete e sim em sua casa, abalado com os últimos acontecimentos.

Então a denúncia foi protocolada, após isso, pelo vereador Joel Garcia no final da tarde pedindo a abertura da CP contra o prefeito. No documento ainda foi anexado cópia do depoimento da última segunda-feira quando o prefeito, ao Gaeco, relatou que recebeu a propina.

Esta Comissão Processante pode culminar na cassação do prefeito Ribeiro. Sendo cassado, o preeito será o segundo cassado em uma única gestão (junto com Barbosa Neto), o terceiro cassado em Londrina (somando a Antonio Belinati em 2000) e o próximo a assumir a cadeira, o presidente da câmara, será o 5º a ter o título somente nesta gestão 2009-2012:

Antônio Belinati (PP) - prefeito eleito nas eleições de 2008 foi impedido de assumir pela justiça em Outubro do mesmo ano.
Padre Roque (ex-PTB, hoje PR) - prefeito interino de ocupou o cargo até 1 de maio de 2009.
Barbosa Neto (PDT) - prefeito eleito no 3º turno das eleições, em 29 de março de 2009, ocupou o cargo até ser cassado, em 30 de Julho de 2012.
José Joaquim Ribeiro (PSC) - eleito vice-prefeito com Barbosa Neto, assumiu quando este foi cassado agora está sob uma Comissão Processante que também pode culminar em uma cassação.

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS