No Brasil, os ricos estudam o dobro dos pobres.

13:15 Bruno Cardial 0 Comments


Parece que a desigualdade social no Brasil ainda está longe de ser esquecida, ou combatida. Ainda que a evolução na educação brasileira tenha acontecido nos últimos 10 anos, a diferença ainda é um Absurdo!

O IPEA, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada atravéz do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realiza anualmente a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - a Pnad. Segundo a edição de 2009, a renda do brasileiro continua sendo o diferencial em sua educação.

Segundo o Ipea, se dividirmos a população (com 15 anos ou mais) por renda em 5 partes, os mais ricos estudam, em média, 10 anos, contra 5 anos da quinta parte mais pobre da população.

Segundo o Ipea, continuando nesta linha de evolução na educação, o Brasil deve levar ainda cinco anos para atingir uma média de 8 anos de estudo entre a população de 15 anos de idade ou mais. Só um detalhe: em países desenvolvidos, a educação básica completa é de 11 anos de estudo e não 8 como no Brasil!

O Ipea lançou hoje cedo, (às 10 horas, em Brasília) o quinto comunicado de uma série de análises do Instituto sobre os dados da PNAD-2009. O Comunicado n° 66 tem como título: PNAD 2009 – Primeiras Análises: Situação da educação brasileira - avanços e problemas.

Creio que mais problemas do que avanços!

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS