Quer ou não quer...

14:59 Bruno Cardial 0 Comments

Uma matéria do JL de hoje deixa um pouco mais polêmico o debate que se gera sobre um hipótese de se abrir as duas vias que transpassam o bosque de londrina para o tráfego do transporte coletivo. Seria assim com mais movimento e iluminação uma forma de diminuir a criminalidade e aumentar o ciclo de visitações no local.

Muitos moradores regionais e usuários se manifestaram e dieclararam não desejar que aquilo vire uma cracolândia, porque nem o módulo polícial que lá está inibe os usuários de drogas e trombadinhas da região.

Mas em contrapartida também os moradores não querem perder o velho lugarzinho de jogo, ou ainda o espaço preferido de passear com o totó.

Poxa, vamos e convenhamos, seria mesmo muito mais cômodo levar Londrina como vinha em outras administrações e deixar tudo no comodismo e a cidade só piorando.

Agora, quando surgem oportunidades de transformar lugares no mínimo perigosos em lugares melhores para se viver (principalente na região central) é necessário se desprender um pouco do comodismo e ver o que é melhor para a nossa jovem Londrna. Afinal as gerações passarão, e a cidade continuará.

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS