Carnaval de Londrina é alvo de acusação

13:19 Bruno Cardial 0 Comments

Reprodução Revista Veja
Como se não bastassem várias histórias de fraudes que já surgiram em gestões passadas colocando as administrações públicas de Londrina em noticiário nacional, esta semana mais uma está se reproduzindo e desta vez em respeito ao Carnaval de Londrina 2013. 

A Revista Veja acusa o petista Londrinense, André Guimarães, hoje Assessor do deputado e vice-presidente da Câmara André Vargas, de ter utilizado a organização do carnaval deste ano em uma espécie de "patrocínio fantasma" para desviar recursos da Caixa Econômica Federal e da Petrobras, que segundo a revista, seriam em torno de R$180.000,00. (confira aqui).

A Veja trata o assessor como "especialista em difamar adversários do partido na internet" e já havia cido citado André Guimarães em outras matérias como um "ciberguerrilheiro" (clique aqui)

Desta vez, além dele, Stanley Garcia, presidente da Adecesc (Associação de Desenvolvimento Comunitário, Econômico e Social pela Cidadania), também é acusado de estar envolvido, já que a associação foi a organizadora do evento e pela acusação, teria falsificado cartazes com anúncios das estatais. 

Ontem, em entrevista à Rádio AM Terra Nativa, de Cambé, os dois tiveram a oportunidade de esclarecer a história e negaram as acusações. Segundo Stanley, o envolvimento de André Guimarães neste caso foi de indicação do Instituto Nijmeh para intermediar a captação do recurso. 

Já André, coloca em questão a índole da Revista Veja e dos jornalistas que o acusam, sendo que desde o mês de Março a revista, chamada por ele de tendenciosa, o persegue. 

Ouça as entrevistas na íntegra com as perguntas feitas pelos radialistas Ted Perez e Josmar Machado do programa Comunidade Urgente na rádio Terra Nativa.


AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS