Por defender o Coritiba, cidadão Londrinense pode não ser mais Honorário

18:42 Bruno Cardial 0 Comments

André Rodrigues / Gazeta do Povo
Parece que Afonso Vitor de Oliveira, árbitro desde 71, que já foi também até comentarista esportivo em Londrina, está comprando briga com os "pés vermelhos" fanáticos pelo Tubarão.

Hoje, como presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Paranaense de Futebol, comunicou a decisão que “não houve pênalti em nenhum dos três lances reclamados pelo Londrina” na partida contra o Coritiba no Estádio do Café pela final do primeiro turno do Paranaense.

O presidente da Comissão relatou que nem 
Rafinha nem Robinho, jogadores do coxa, tiveram a intenção de colocar a mão na bola. E quanto ao lance envolvendo Pereira, o presidente enfatizou que a bola bateu no peito e não na mão do zagueiro.

O árbitro da partida, Felipe Gomes da Silva, segundo a Gazeta do Povo“cometeu algumas falhas disciplinares” e segundo a Federação será afastado por período ainda não divulgado. O único lance de erro de Felipe, de acordo com a avaliação da Comissão, foi quando "Um jogador do Londrina segura o Felipe pelo braço quando ele vai mostrar o cartão, houve uma série de reclamações e não subiu um cartão amarelo".

O Presidente da FPF, Hélio Cury, não quis se pronunciar ainda alegando que o assunto vem lhe aborrecendo muito.

Afonso é Cidadão Honorário de Londrina desde 2008, e alguns rumores dão conta que haverá uma proposta de revogação da lei de concessão da honraria ao árbitro interpretando seus atos como ofensa a cidade de Londrina e seu povo.

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS