DCE da UEL cobra o passe livre

22:51 Bruno Cardial 0 Comments

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) realizou uma audiência pública na Câmara Municipal de Londrina, durante a tarde de hoje (19), para discutir os projetos, que tramitam no Legislativo e preveem o passe livre aos estudantes londrinenses. 

Um deles, de autoria do Executivo, quer oferecer a gratuidade do transporte coletivo para mais de 30 mil estudantes em Londrina. O município pretende se utilizar de R$ 3,5 milhões para subsidiar o ônibus de graça. O outro, de autoria do vereador Joel Garcia (PP), altera o estatuto da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) e inclui os estudantes na lista das isenções totais do transporte coletivo. 

No entendimento do presidente do DCE, Arthur Montagnini, independentemente de qual iniciativa for aprovada, é preciso que a sociedade entenda que o benefício vem sendo reivindicado na cidade há várias décadas pelos estudantes. 
"É uma luta que começou há muito tempo e que independe da discussão política. É por isso que pedimos agilidade", destacou em entrevista à rádio CBN Londrina.

No último dia 23, os vereadores aprovaram um projeto, de autoria do vereador Jacks Dias, do PT, que modifica o artigo 206 da Lei Orgânica do Município e, consequentemente, legaliza a isenção do transporte coletivo para todos os estudantes londrinenses. 

A iniciativa garante a "isenção do pagamento da tarifa do transporte coletivo aos estudantes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, Médio e Superior devidamente matriculados em estabelecimentos de ensino regular". 

O projeto petista foi aprovado, nos dois turnos, na forma de um substitutivo, que prevê, também, ônibus de graça para os estudantes dos chamados cursinhos e dos cursos técnicos profissionalizantes. 
Info: Bonde.

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS