Filho de político eleito, tem que ir pra escola pública.

10:13 Bruno Cardial 2 Comments

Populista e Demagógico. Assim foi chamado o Senador Cristovam Buarque (PDT-DF) pela proposta do projeto de lei que determina a obrigatoriedade dos políticos no exercício do mandato, matricularem seus filhos e demais dependentes em escolas públicas.

O programa CQC foi ao congresso saber o que os próprios políticos achavam do assunto, e obviamente eles não gostaram da idéia. O mais curioso, não era o político assumir que não está de acordo com o senador, mas sim, explanar frases absurdas como:
"Qualquer pai faz o melhor possível, para dar uma boa educação para suas filhas"
(Acm Neto-DEM BA)

Então, não seria o papel de qualquer político fazer o melhor possível para dar uma boa educação aos filhos de todos?

Demagogia, é  fazer campanha política em cima da ilusão das pessoas. Aliás nem ilusão é mais, pois todos sabem como os políticos em gestão se comportam, porém, ainda os reelegem para que sejam seus representantes, mesmo abendo que não irão representá-los.


Quem são os piores no Brasil, os políticos ou os eleitores?


Assista abaixo a matéria que levou a repórter Monica iozzi para os TT's em 5 minutos no twitter:



 
PLS – PROJETO DE LEI DO SENADO, Nº 480 de 2007
Autor: SENADOR – Cristovam Buarque
Ementa:Determina a obrigatoriedade de os agentes públicos eleitos matricularem seus filhos e demais dependentes em escolas públicas até 2014.
Assunto: Administrativo – Servidores públicos
Data de apresentação:16/08/2007
Situação atual:
Local: 14/01/2011 – Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania
Situação: 14/01/2011 – AGUARDANDO DESIGNAÇÃO DO RELATOR
Indexação da matéria:
Indexação: FIXAÇÃO, OBRIGATORIEDADE, AGENTE PÚBLICO, OCUPANTE, CARGO ELETIVO, EXECUTIVO, LEGISLATIVO, REPÚBLICA FEDERATIVA, ESTADOS, (DF), MUNICÍPIOS, MATRÍCULA, FILHOS, DEPENDENTE, ESCOLA PÚBLICA, EDUCAÇÃO BÁSICA, ENSINO FUNDAMENTAL, ENSINO DE PRIMEIRO GRAU, DEFINIÇÃO, PRAZO MÁXIMO, APLICAÇÃO, NORMAS.
Fonte: Senado Federal

2 Coment's :

É muito bom esse projeto do Cristovam Buarque. Acho que a medida teria que se estender à saúde.

Saúde, educação, moradia . . .

Imunidade parlamentar, teria que ser um pacote que viesse também aos políticos a garantia de serem imunes dos "particulares" da sociedade, e assim só desfrutassem de serviços e auxílios públicos! Em todas as esferas, será que algum ia querer ter?

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS