Um vice-presidente limpo e para a Juventude.


Não é preciso analizar muito pra sabermos da importância que está se dando aos candidatos à vice pelo menos nesta campanha de 2010.

Pensando rápido o PT largou na frente e laçou o presidente do maior partido do Brasil não por acaso. O PMDB traz junto com a imagem política de Michel Temer, maior tempo de TV e garante 50% do horário eleitoral para Dilma Roussef, mas também não ficou de mãos abanando por isso. Em vários estados o partido quer se garantir pelo menos para o governo e também na bancada de deputados federais para continuar com este tempo de TV (e quem sabe na próxima ser novamente a desejada noiva).

Mas aí vem José Serra lança Índio da Costa, o que é uma jogada de marketing e também política ao mesmo tempo. Dando um chega pra lá em Álvaro Dias, José Serra encontrou pesoalmente seu vice escolhido somente uma vez, praticamente não o conhece, mas o aceitou porque sabe o que o Dep. Federal pode somar em sua campanha.

Jogada do Democratas - com Índio fora do pleiro Rodrigo Maia (presidente do DEM) está livre para fazer sua campanha já que seria o único que poderia disputar os mesmos votos no Rio de Janeiro. Além disso, Índio será a 'novidade' já que a pouca idade do deputado promete trazer a juventude para a campanha, o que dá um corpo diferente no mkt tucano. E ainda a relatoria do projeto ficha limpa é mais um ponto a favor do 'novo' vice, já que o projeto ainda está fresco na cabeça do povo, estes serão os maiores argumentos de campanha.

Estou com o ficha limpa, e com a Juventude

Quem tinha aquela conversa que o vice é só coadjuvane para dar "tchauzinho" em palanque, é bom prestar mais atenção no que estes podem fazer este ano porque ainda vem campanha por aí!

No Paraná

Trazendo também o PMDB pra campanha o PDT de Osmar Dias, convoca Rodrigo Rocha Loures, um dos mais importantes PMDBistas do estado. Tesoureiro Nacional do PMDB, é o único paranaense do partido que faz parte da Executiva Nacional, além de ter uma forte influência no setor empresarial por ser filho do atual presidente do Sistema Fiep (Federação das Indústria do Estado do Paraná) assim soma com a atuação na agricultura de Osmar Dias que tem sua base eleitoral mais forte no interior do Estado.

O único que ainda não deu pra entender foi o candidato Beto Richa, que não compõe com outro partido. Indicando o - ex-petista agora - tucano Flávio Arns, o PSDB deu mais atenção ao PDT do que ao coligado Democratas, já que o PDT tinha a possibilidade de indicar o vice se Osmar Dias abrisse mão da disputa, e o DEM nem teve este convite.

3 comentários:

Anônimo disse...

Limpo?????????? Clique e veja
http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/noticia/2010/07/vice-de-serra-foi-alvo-de-cpi-mas-negou-irregularidade-em-licitacao.html

Anônimo disse...

limpo nada. Já foi investigado por CPI, cuja Relatora é tucana e concluiu pela existência de irregularidades em licitação. O cara tem vínculo com CAcciola. Saiu no site da globo.com

Leonardo Caruso disse...

Marketing é só um terço do que o PT faz com a Dilma. Estão tentando uma lavagem cerebral do tipo: bolsa família é do PT e do Lula e que Dilma se parece com este.

Postagem em destaque

Programa Aqui Tem Jovem | Dia Mundial do Rock