Movimentos de greve e ocupações não estão contra a educação. Vestibular será realizado normalmente.

23:38 Bruno Cardial 0 Comments


Mesmo com os movimentos de greve e as ocupações sendo realizadas no Paraná, em Londrina o vestibular da UEL será realizado normalmente.

As adaptações para o processo seletivo durante o movimento de greve foram feitas sem danos e provando que os movimentos não prejudicam o processo educacional no Estado.

Nos mais de 30 colégios estaduais em Londrina os alunos secundaristas continuam as ocupações contra a reforma do ensino médio, imposta por decreto pelo presidente Michel Temer (PMDB), e contra os ataques à educação do Paraná, propostos pelo governador Beto Richa (PSDB). Os servidores e professores da UEL continuam parados na expectativa da retirada de pauta da emenda apresentada pelo governador Beto Richa que que suspende o pagamento da reposição salarial ao funcionalismo e congela os salários dos servidores.

Mesmo com estes movimentos sendo organizados, lutando por seus direitos, a prova que este processo não quer atrapalhar o sistema educacional é que os mais de 22 mil vestibulandos farão normalmente suas provas da primeira fase neste domingo, dia 23.

Para isto, os locais de provas foram adaptados e redistribuídos em instituições particulares como o Colégio Mãe de Deus, e as universidades UTFPR, PUC e Unopar.

Quanto aos servidores e professores, um percentual trabalhará no vestibular colaborando com o processo, o restante continua no movimento de greve. Estes, serão substituído por funcionários das instituições particulares e alunos convocados para atuar como fiscais de prova e monitores de salas.

O processo organizacional do vestibular segue e os inscritos para disputarem as 2.480 vagas dos 53 cursos da UEL podem já acompanhar suas inscrições e detalhes de local e horário no site da Coordenadoria de Processo Seletivo da UEL,  www.cops.uel.br.

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS