Demora, demora, até que...

18:52 Bruno Cardial 0 Comments


A Kalunga Tur não transporta mais as 4 mil crianças da zona rural e os quase 500 funcionários e professores das 11 escolas rurais. A empresa que foi contratada pela Prefeitura de Londrina para realizar o transporte escolar há quatro anos paralisou o serviço alegando que os reajustes de todo este tempo nunca foram pagos. 

O contrato foi questionado pelo Ministério Público em uma ação civil pública por suspeita de superfaturamento. O Tribunal de Justiça do Paraná já julgou o caso, mas, até a manhã de hoje a Prefeitura não tinha ainda acesso à decisão, que ainda não havia sido publicada. 

A secretaria municipal de educação informou que a Prefeitura está em dia com os pagamentos mensais regulares da empresa, o que a Kalunga Tur questiona, são somente os valores referentes aos reajustes, que hoje somam R$ 2,5 milhões. 

Apesar de a procuradoria geral da Prefeitura de Londrina, a secretaria de gestão e a de Educação estarem atrás de uma solução, enquanto o Município não tiver acesso ao acórdão do Tribunal, não pode tomar nenhuma decisão sobre a reivindicação da empresa.

Assim, as crianças da zona rural serão prejudicadas no fim de ano, já que as aulas vão ainda até o dia 19 de dezembro. Só não se sabe por que a situação chegou a este extremo!

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS