Política. Fez nascer, e agora mata um blog.

10:29 Bruno Cardial 0 Comments

Sempre quando um blog inicia, nós procuramos (ou somos procurados) para detalhar os dados de mais um nascimento na blogosfera. Desta vez, fazemos o contrário, anunciamos que morre um blog na Internet.

Aliás, como falamos de Juventude aqui, devemos ressaltar que morre também politicamente um "Ex-Jovem Político", se posso assim chamar. O Blog Café com Pizza fecha suas portas, e também seu responsável, Renato Cristopher, deixa de pensar e agir na política.

Renato Cristopher, é casado, mora e leciona em Florianópolis-SC, mas foi em Londrina que participou como militante do movimento estudantil, pertenceu a ULES, ao conselho municipal de juventude e caminhou crescendo politicamente filiado ao PDT de Londrina em campanhas e projetos até meados do ano de 2010, quando, antes de se mudar, ocupava a coordenação do Projovem.

Mas foi com esta política local (cuja participou e até pode se dizer que terminou não 'tão mal' colocado) que Cristopher relata na última postagem de seu blog, profundas decepções.

Por conhecer os meios da política de Juventude em Londrina, não destaco aqui somente o escritor deste blog que se encerra, como frustrado e desacreditado. Não existem formas de manter quem já está, ou convidar novos jovens para a política, se não for engajado poítico-financeiramente.

Com a internet, a esperteza dos jovens, e a forma que os políticos os tratam, em um ciclo vicioso eles não se sentem valorizados e os partidos não os valorizam, fazendo assim, caminhar em passos lentos para a morte, a boa juventude política militante qua já se viu.

Cristopher deixa isto claro em frases como:

"...Me orgulhava em ser um militonto. Sim, os militontos são aqueles indivíduos apaixonados por ideologia, geralmente ligadas à esquerda, e quanto mais alinhado à esquerda, mais radical..."

"...Demorei também para entender que o meu lugar não é na política, pelo menos por motivação ideológica. Porém, enquanto não entendi e amadureci esse processo, levei várias pancadas na cabeça por conta disso. De aproveitadores a semi analfabetos, pagos pelo dinheiro público para bater palmas em secretarias especiais criadas para esse fim e de manipuladores mequetrefes a lobistas..."

"...Apanhei de todos [...] Prefiro ter apanhado de todos do que estar do outro lado, distribuindo pancadas sem a menor ética, com o objetivo único de se segurar num empreguinho (geralmente com salários polpudos) mantido por atos de nomeação política, pois não se exerce daquele lado a capacidade de estudar para passar em concurso público..."

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS