Londrina em luto oficial

13:43 Bruno Cardial 0 Comments


Faleceu às às 0h25 da madrugada desta terça-feira (14) em São Paulo, o empresário, pecuarista e ex-deputado federal, José Mohamed Janene, de 55 anos.

José Janene, faleceu em consequência da evolução de quadro de um choque séptico, já que recuperava-se de uma cirurgia delicada internado no Incor, (Instituto do Coração) desde agosto. Vítima de problemas cardíacos, o ex-deputado aguardava um transplante de coração ha 3 meses.  

Por ter sido representante de Londrina junto à Câmara Federal em três mandatos, o prefeito Barbosa Neto decretou luto oficial em homenagem ao ex-deputado.

O velório foi realizado, desde as 15h30 de terça (14), na Mesquita Rei Faiçal e o sepultamento às 10 horas desta quarta-feira no Cemitério Islâmico.



Político

Ex-Presidente estadual do Partido prograssista no Paraná, Janene, era um dos deputados envolvidos no conhecido escândalo do "mensalão", investigado durante o primeiro mandato de Lula, e suspeito de ter recebido R$ 4,1 milhões do esquema.

Entre os tesoureiros de partidos envolvidos no escândalo do mensalão, José Janene (PP-PR) era o que tinha mais influência política. Um dos 40 processados pelo Ministério Público por participação no esquema de compra de votos de parlamentares, o empresário era deputado federal à época do episódio (2005-2006) e foi acusado de ter recebido R$ 4,1 milhões do publicitário Marcos Valério.

Absolvido pelo plenário da Câmara, manteve parte do poder de influência no Congresso. Ensaiou uma volta à ribalta no início do ano, mas foi impedido pela saúde frágil.

Ele sempre negou a acusação. Na ação penal, Janene era acusado de formação de quadrilha, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS