Se a esquerda balança, a direita já não pode!

15:25 Bruno Cardial 0 Comments


A situação do PT com o PMDB vêm trazendo em âmbito nacional rachas e composições ao mesmo tempo, porém Lula ainda segura o partido e não abre mão de perder o PMDB - lê-se Michel Temmer - nestas eleições por principalmente 2 motivos básicos: 1-Tempo de campanha do PMDB é decisivo às propagandas. 2-Ter o PMDB em oposição não é muito "agradável".

Já o pessoal do Democratas com relação aos tucanos querem e estão tentando, mas não podem fazer o mesmo papel. O grupo já sabe que não será do PPS o vice de José Serra, mas não pode ter a certeza que será um indicado deles, como por exemplo o Dep. baiano José Carlos Aleluia. Os tucanos podem optar com a idéia de fazer uma composição pura, ou seja, com candidatos à presidência e vice presidência do próprio PSDB, com isto não é nenhum pouco provável que o Democratas apóie outro candidato, como Dilma Rouseff ou Marina Silva por exemplo.

O PSDB já traz uma conversa mesmo de bastidor de que não será assim, mas independente de ser ou não ser o vice do DEM as praças onde o palanque político para Serra estão sendo montadas já estão bem mais firmes. Ao contrário do PT que têm o pesoal do PMDB querendo fortificar o próprio lado nas basses estaduais, e isso ainda vai longe.

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS