Corpus Christi? Que feriado é esse?

18:04 Bruno Cardial 0 Comments


Corpus Christi não é um feriado, e sim mais um dia santo comemorado pela igreja católica no mundo todo. A expressão é em latim e significa Corpo de Cristo.

É uma festa para celebrar o que os católicos acreditam ser a presença real e substancial de Cristo na Eucaristia e é uma festa de 'preceito', isto é, de comparecimento obrigatório participar da Missa neste dia, na forma estabelecida pela Conferência Episcopal. (veja: o milagre)

Em cada ano, é comemorado em um dia diferente, mas sempre na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, ou duas quintas após o domingo de Pentecostes. Já Pentecostes é celebrado 50 dias depois do domingo de Páscoa. (veja: entenda o calendário)


No dia de Corpus Christi, o Bispo diocesano ou o pároco, são responsáveis em providenciar onde for possível e visível, "para testemunhar publicamente a veneração para com a santíssima Eucaristia, principalmente na solenidade do Corpo e Sangue de Cristo"Código de Direito Canônico (cân. 944) uma procissão que lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo.
 
Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.
Entenda o calendário: 

O equinócio de primavera no hemisfério norte é em 21 de março.
O primeiro domingo depois da Lua Cheia que ocorre logo após este dia é a Páscoa.
50 Dias depois, celebra-se o Domingo de Pentecostes.
E no domingo seguinte, o da Santíssima Trindade. Na quinta-feira desta semana o dia de Corpus Christi.
O carnaval segue também este calendário, de acordo com essas regras, a Quarta-Feira de Cinzas ocorre 46 dias antes da Páscoa e, portanto, a Terça-Feira de carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa.

O Milagre:

Um sacerdote católico tinha muitas tentações em não acreditar na presença de Cristo na sagrada hóstia e no sagrado cálice. Para vencer essa tentação, ele fez muitas penitências, e até foi em peregrinação, a pé, até Roma. De nada lhe adiantou.

Um dia, quando rezava Missa, ao consagrar o vinho no cálice, durante a sua Missa, ele viu o Sangue de Cristo borbulhar no cálice, e extravasar e molhar a toalha do altar. A toalha ficou com a marca do sangue de Cristo até hoje. Ela está na Catedral de Orvieto, na Itália.

O Papa Urbano IV (1262-1264) quis ver a toalha ensangüentada, e quando se certificou do milagre, ordenou que se realizasse uma festa com o nome de Corpus Christi. Ele emitiu a Bula Transiturus de mundo, em 11/08/1264, onde prescreveu que na 5ª feira após a oitava de Pentecostes, seja celebrada a festa em honra do Corpo do Senhor. Nomeou também São Tomás de Aquino encarregado de compor o Ofício da celebração. E em 1290 foi construída a Catedral de Orvieto, chamada de “Lírio das Catedrais”, onde guarda as provas do milagre.



AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS