Vereador levando os jovens para... ?

12:16 Bruno Cardial 0 Comments

Na primeira sessão do ano hoje na câmara, entre os projetos terá o da identificação dos guardadores de carro na cidade, o que seria um primeiro passo para a regulamentação do serviço segundo o próprio autor, vereador Zaqueu Berbel, que em entrevista à imprensa diz que também não gosta dos que fazem este serviço:

"...Quem é que gosta de flanelinha?, quem é que já não foi vítima de flanelinha? Quero também acabar com flanelinhas porque também não gosto de flanelinhas..."

O vereador também relatou que este projeto seria uma solução a um problema que existe na cidade pois ele como vereador tem que identificar e tentar resolver os problemas por mais simples que sejam.

Ora, o "identificômetro" do vereador então não precisaria de nenhum ajuste?  

Pois creio que nenhum jovem tem um "sonho" de ser flanelinha regulamentado, e claro não se encaminharia à este serviço se em uma realidade cultural um pouco melhor tivesse um acesso mais amplo à ensinos profissionalizantes, cursos regulares, universidades e outros que hoje, sabemos restringem profundamente os jovens de algumas classes sociais.

Será que a partir disso não seria melhor os vereadores pensarem que os jovens tem que ter a oportunidade de estudar na mesma escola, tanto sendo o filho do funcionário quanto o filho do patrão? 

Ou melhor regulamentar como profissão um serviço sub-remunerado e desqualificado? (como já denominou assim o sociólogo Londrinanse Prof. César Bueno).

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS