Padre que não é Padre. Prefeito que não é Prefeito.

12:59 Bruno Cardial 6 Comments


Ainda hoje tive que dar uma explicação para um amigo de fora de Londrina que me perguntou se este padre que assumiu interinamente nossa cidade, é o mesmo Pe. Roque Zimmermann do PT, também do Paraná.
Bem, para quem não é de Londrina saber e quem é de Londrina entender, já existem várias publicações da vida do Pe.Roque de Londrina. 
A do JL, é bem esclarecedora. Segue:

Se não é uma figura popular na cidade de Londrina, o novo prefeito José Roque Neto (PTB) é muito conhecido entre os católicos, de onde veio boa parte dos 2.708 votos que recebeu. Foi como padre que lotou missas com seu carisma e violão. Mas, há quatro anos pediu licença do sacerdócio e, em sua primeira tentativa de entrar na vida política acabou virando prefeito da terceira maior cidade da Região Sul.

Padre Roque, como continua sendo chamado, tem 48 anos e nasceu em Ibitinga, no interior de São Paulo. Veio para Londrina em 1990 para estudar teologia.

Primeiramente, foi padre na Catedral e em 1997 tornou-se pároco da igreja Santa Rita de Cássia, no Jardim Califórnia. Foi nesse período que adotou dois irmãos, um com 8 anos e outro com 5. Hoje o mais velho, Paulo, está com 18 anos e mora novamente com a mãe biológica. O mais novo, Gabriel, com 12 anos, está no seminário.

Em 2003 foi para o Canadá, em uma missão para trabalhar em duas paróquias de comunidades de açorianos e brasileiros. Ainda lá, em outubro de 2004, que pediu licença do sacerdócio e voltou para Londrina em 2005.

Antes de ser candidato a vereador continuava fazendo pregações. Nesse período chegou a trabalhar em um supermercado e foi assessor do vereador Sidnei de Souza (PTB), que não foi reeleito.

fonte: JL

Este, é o segundo Padre Roque "famoso", o de Londrina.

6 Coment's :

É o retrato de uma cidade grande que não se afirma como tal, prefeito tampão, quase-padres revezam a prefeitura, e por aí vai.
Está na hora das pessoas seguirem suas profissões de fato, para que não fiquem assim, motivando chacotas. De qualquer forma espera-se uma gestão eficiente e capaz de não atrapalhar o processo eleitoral que está por vir. É o mínimo que esperamos.

parabens pela postagem, o blogue esta muito bom sucesso

Anônimo disse...

Este Padre não é padre nem aqui nem na China, pergunta para nosso bispo se algum dia este padre tem a chance de usar a Batina novamente. Licença para a Igreja Católica é uma forma discreta de expulsar o cara da Igreja.

Anônimo disse...

É verdade, pelo que sei ele se casou no Canada. Ai teria perdido o direito de ser padre.

Anônimo disse...

Dizem que ele era um Bom Padre, mais gostava ou ainda gosta de mulheres.
Por isso teve problema com a Igreja. Quem poderia falar melhor sobre isto é o Dom Albano.

Anônimo disse...

O Padre agora virou vidraça, a verdade sobre sua vida agora irá aparecer aos poucos.

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS