Quem não se envolve não sente!

18:52 Bruno Cardial 0 Comments





Se eu lhe trouxer aqui a informação de uma explosão, por exemplo, de uma bomba na Síria, você vai achar familiar estas palavras:
‘BOMBA’ – ‘SÍRIA’ – ‘EXPLOSÃO’ vai assimilar e no máximo admirar negativamente o horror. Mesmo que você julgue ser esclareceu e informado, vai fechar a informação e pronto! Acredite, assim está sendo nesta greve para muitos.

O máximo de informação que assimilam são as palavras ‘PROFESSOR’ – ‘ESCOLAS’ – ‘UNIVERSIDADES’ – ‘AUMENTO’ – ‘GOVERNO’ – ‘GREVE’ – ‘INDETERMINADO’. Que frase você montaria com estas palavras?
Ainda, após isso vem o Governador, nos grandes veículos e minimiza sempre a situação, falando as palavras ‘ENCERRADA’ – ‘PAGAMOS’ – ‘ACERTO’ – ‘FIM’. E agora, que frase você montaria com estas palavras?

Formar opinião a partir daí seria raso demais, e não é de estranhar que muitos não estão dando a mínima atenção e não sabem os detalhes do que rola por trás das borrachadas nos professores e servidores estaduais. Digo isso falando das donas de casa de bairros, do povo que circula pelo terminal central, pessoas na oficina mecânica, nos postos de saúde, os atendentes de balcão, enfim... Somente alguns exemplos que poderiam ser tantos outros não relacionados a uma escola ou universidade.

 Como resolver? Dicas simples 

1 – Frequente lugar em que você imagina ter pessoas que não usam internet ou usam muito pouco. Lá puxe um assunto comum para chegar ao que você quer, e primeiro calcule a opinião de quem for conversar, para não conflitar e acabar em uma briga desnecessária. Pode começar perguntando: O que você acha da greve?

2 – Passe por lugares em que as pessoas conversam mais, pastelaria, bares, café, feira livre, são nestes locais que o ‘rádio peão’, ou ‘conversa de rua’ acontece. Lá se forma o senso comum. Nestes locais comece novamente com a pergunta simples: O que você acha da greve?

3 – Sendo a greve um movimento que evita conflitos, você pode medir nas conversas o ponto de convencimento da pessoa. Dificilmente uma pessoa com fortes ideais contrários será convencida, portanto, não adianta discutir. A ideia é somente informar e esclarecer os que não sabem.


AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS