Apesar da crise, a classe média não para de crescer.

08:33 Bruno Cardial 0 Comments


O centro de Políticas Sociais (CPS), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), mostrou em um estudo feito entre agosto e dezembro de 2008 publicado este mês, que a classe média continuou a crescer no nosso país.

 

Segundo a FGV, o número de pessoas consideradas de classe média (ou classe C) subiu 3,7% no período estudado, atingindo então 53,8% da população. (considerando seis regiões metropolitanas - São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador e Recife)

 

No método da fundação, por renda as Classes ficam assim classificadas:

Classe A/B: renda mensal familiar acima de R$ 4.807............................(15,33%)

Classe C: renda mensal familiar média entre R$ 1.115 e R$ 4.807.........(53,81%)

Classe D: renda mensal familiar média entre R$ 804 e R$ 1.115............(13,18%)

Classe E: renda mensal familiar média de até R$ 804,00.........................(17,68%)


Mas a Classe A/B também cresceu entre agosto e dezembro do ano passado, atingindo 15,33% da população total das seis regiões metropolitanas pesquisadas.

Detalhe: como podemos observar, a população da Classe E também é maior em nosso país do que a Classe D.

Classificação por percentual:

Classe C: renda mensal familiar média entre R$ 1.115 e R$ 4.807.........(53,81%)

Classe E: renda mensal familiar média de até R$ 804,00.........................(17,68%)

Classe A/B: renda mensal familiar acima de R$ 4.807............................(15,33%)

Classe D: renda mensal familiar média entre R$ 804 e R$ 1.115............(13,18%) 

AO LER NOSSOS POSTS ATENTE-SE AS DATAS, ALGUMAS POSTAGENS SÃO REFERENTES APENAS QUANDO PUBLICADAS